quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Se o Inverno me trouxesse a neve que tão bem conheço



Ela seria doce e macia como um merengue. Cairia fofa e leve, em flocos ligeiros de neve branquinha. Cobriria a minha casa, o meu jardim e as beiras das janelas e os caminhos. Quando  parasse de cair por já se achar no seu destino, sobre ela pousaria um manto dourado. Dourado... mas não de ouro, um dourado vindo do céu.  E por cada reflexo dourado, uma memória e um sorriso dos bons momentos... um abraço daqueles que amo, um beijo terno e intenso, uma palavra rara mas que reconforte, porque como são raras têm uma força maior que a vida.


flocos: pequenos pedaços de neve que caem lentamente;
fofa: macia

5 comentários:

  1. Apetece mesmo :) Pode ser que ela ainda chegue!

    ResponderEliminar
  2. O quando eu adorava que por aqui tive-se neve!

    ResponderEliminar
  3. arrepiei-me só de ver as imagens ! Ao tempo que não vou a neve... ao tempo !

    ResponderEliminar